Criar um Site Grátis Fantástico
Somos todos otários!
Somos todos otários!

Somos todos otários!

por Marcelo Cavalcante

 

Leio determinadas notícias que são veiculadas e lidas com a maior naturalidade e fico com a impressão que estamos completamente ensandecidos e bestializados pela mídia iconográfica que ensandece e bestializa pelo país afora.

Por exemplo, a notícia abaixo, divulgada pelo grupo Globo, nos informa literalmente o seguinte:

 

Engajada em várias campanhas contra a violência, Gloria Perez participa do último episódio do programa “Órfãos da violência”, que vai ao ar amanhã, às 21h, no GNT. A autora ajudou Nathália, uma pernambucana que lutou mais de 20 anos para ver o pai preso depois de matar sua mãe. A mulher só conseguiu justiça depois de entrar em contato com a escritora de novelas, que fez questão de repercutir o crime. “Foi um caso que me impressionou profundamente porque não era apenas uma violência cometida contra a mãe, que já seria suficiente. Era uma violência também contra Nathália e o irmão, os filhos. Ela me procurou 20 anos depois que tudo tinha acontecido. Foi bonito que esses filhos tenham tomado a defesa da mãe 20 anos depois, quando cresceram, quando se deram conta da enormidade da situação e terem saído à luta pela defesa”, diz a autora, que está escrevendo uma série sobre um serial killer chamada “Dupla identidade”.

http://extra.globo.com/tv-e-lazer/telinha/gloria-perez-ajuda-telespectadora-pernambucana-prender-proprio-pai-12884357.html#ixzz34ufdtncH

 

Tenho a impressão que a principal motivação desta matéria é promover o tal programa da GNT e a “escritora” Gloria Perez. A tal notícia busca nos convencer de que a tal noveleira de segunda é uma alma pura, dedicada à promoção da justiça. Tenho minhas dúvidas, mas pode ser.

Acaso as informações sejam verdadeiras, o problema que deixa a notícia muito escrota é exatamente o que não foi publicado nela: QUE A JUSTIÇA BRASILEIRA É UMA FARSA, uma vez que, após lutar 20 anos, “A mulher só conseguiu justiça depois entrar em contato com a escritora de novelas, que fez questão de repercutir o crime”.

Então, o que devemos colher de informação maior no noticiado é que o cidadão, para conseguir Justiça, deve buscar o interesse e o apoio de alguém poderoso ou famoso, pois que estes são os verdadeiros donos do poder, no Judiciário e no resto deste arremedo de país.

Rating: 2.5/5 (101 votos)

ONLINE
1







Total de visitas: 23565