Criar uma Loja Virtual Grátis
A PROPÓSITO DAS IMAGENS DESAGRADÁVEIS-
A PROPÓSITO DAS IMAGENS DESAGRADÁVEIS-

in sonhem com serpentes

Andei postando uns clips com minhas músicas no youtube. Uma crítica (ou observação recorrente) sobre todos eles é a de que as imagens são sempre desagradáveis, mesmo chocantes. Isso me levou a uma reflexão de causa e efeito, ou seja, se as imagens são desconfortáveis, logo as letras musicais são de igual teor. Aprofundando o raciocínio, observo o panorama geral da nossa música popular e chego à conclusão de que as temáticas que abordo estão fora dos trilhos e muito longe de serem politicamente corretas. Em verdade, a pauta da nossa música popular está atolada numa dualidade em que ou fala de amor ou de sacanagem explícita, sejam pagodeiros, sertanejos, funkeiros, axéseiros, rapperseiros, gospeleiros ou porcarias de igual jaez.
A verdade é que me sinto gratificado pela crítica de ser mensageiro do desconforto almano, uma vez que ofício mais coerente com a realidade que se escancara ante nossas ventas insensíveis e bugalhos míopes, pois o que vemos nesse mundão sem medidas é muita miséria, fome, injustiças, espertezas, cretinices, mentiras e (o que recobre tudo isso) hipocrisia. Continuo achando coerente falar (mesmo uma fala redundante) sobre isso.
Mas não acredito que a divulgação na Internet de uns clipezinhos pouco acessados vá incomodar aos babões da mídia, aqueles que adoram imagens dulcíssimas e frasesinhas bonitinhas (que não dizem porcaria nenhuma, mas agradáveis à consciência), pois disto os canais midiáticos estão abarrotados, como papel de pegar moscas incautas ou descuidadas ante a realidade que as cercam.
O último clip que veiculei (http://www.youtube.com/watch?v=-23ETrwSexk) pelo próprio título “Quem são esses caras?” já prenuncia mais uma enxurrada de imagens deselegantes, uma vez que as pessoas reais do mundo (a maioria) cultivam aqueles péssimos costumes de viver ao abandono, na miséria e em eterna fome de alimentos e amor.

 

Rating: 2.5/5 (106 votos)

ONLINE
1







Total de visitas: 24000