Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Poesia:"Arco-íris" in. Semblantes e Noturnos
Poesia:"Arco-íris" in. Semblantes e Noturnos

Arco-íris

 

 

 

 

Quero saber das gentes sozinhas

e fazer fluir a lei dos homens

na verdade de peitos de cal.

Quero tentar vender figurinhas numeradas

pro espetáculo dantesco

da geração do bem e do mal.

 

Vou percorrer lugares

e ostentar diademas e outros adereços

e nem sei se alcançarei a calçada

ou a sombra do arco-íris ainda iluminada.

 

O arco-íris na beira do tempo,

o tempo banindo os horizontes,

os montes velhos abandonados e sozinhos...

distantes demais.

Rating: 2.4/5 (91 votos)

ONLINE
1







Total de visitas: 22977