Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Atento, in Saga dos Perplexos 3 – Ao pé do fogo
Atento, in Saga dos Perplexos 3 – Ao pé do fogo

Atento

 

Em meio da cabroeira, aquele um que afina o gogó num se amonta em arrespeito e acaba largado de banda qui nem trapo sem serventia. Ninguém é guia de cego em sendo zanoio do juízo. Por dois´tões se vive e se morre por nada.

 

 

Num posso de afirmá se era... Essa justeza num sei... Diz que ele não tirava o tento do enfurnado que era o mais principal do cangaço e das desfeitorias. Guardava a vida de bagaceiras em plano reto e lordeza no fazer. Era aprumado no fazer e sovina no falar, que não agradava de trocar conversa ou tocar demandanças de palavreado. Cabra caludo, em sisudez de resguardo. Arresolvia as pendenças a podê de bala certeira ou ponta de punhal afiado. Era calculado e não fazia além do precisado. Centrado em prumo que não carecia de dúvidas ou erranças. Era justeza em proceder, descasado que era das razões ou desrazões das partes e desapartes. Não bolia com as duvidanças de certo ou errado, do torto ou do endireitado. Fazia o encomendado, como trabaiadô rompendo o eito ajustado. Hã? Antão... Jagunçava como se trabaio fosse. No cangaço, fez de um tudo... Sangrô, atocaiô, degolô... Matô muita qualidade de vivente, que pra ele home, mulé ou menino, num tinha diferença. Diz que quando botava mira em riba de um, era caso arresolvido. Banzou por todo esse sertão em companhia de cabras de variantes intentos, todos arrenegados dos seus pousos caseiros ou fugidios dos mesmos acoitamentos desincertos. Tanto fez a caridade e os malefícios com a mesma secura que se sabia apragatada na alma ou nos bofes. Não escolhia caminho nem refugava serviço, nem remediava as desrazões das partes. Sempre... Em reto proceder, num torava de banda... Num era de ingratitude... Não... Foi, nuns tempos de idade mais velhaca, que deu de variar o proceder, de arrefugá malmandado, de se apenar dos mais pobrinhos a matar. Deu de ter visagens, de tê calorias e tonteiras e inté pesadelos o assombraram em noites de lobisomem. Deu também de amofiná e amisturá o cangacismo com as rezas de igreja e inté bem procedeu em romarias e fazê promessas. Ficô assim, assim, meio leso num sem sabê se cabra do desvario do cangaço ou seguidô da justa palavra divina. Em meio da cabroeira, aquele um que afina o gogó num se amonta em arrespeito e se acaba largado de banda qui nem trapo sem serventia. Ninguém é guia de cego em sendo zanoio do juízo. Por dois´tões se vive e se morre por nada. Romão... Nesse sertão sem paradeiro, em desgunverno... O siô num avalia o tanto que... A perdição do desespero e das agonias deu de enlouquecê muito cabra disposto. Hum! Botô a perdê muita alma. Ói que fome num brinca e miséria muita faz o cabra enveredá por desveredas e bibocas de não cristão. Ele, Romão, era um macho endurecido pela secura da terra, pela poeira que num assenta em nunca e pela desgraça de vida que levô des´ que menino era. Passô muita necessidade...  Perdeu um tudo que teve, o filho ao nascê, a  mulé, a filha já quase criada... Jararaca... Fome muita... Quando se assentô como home, deu de escolhê sê cabra de cangaço... Foi... Frio e perverso que só bicho de peçonha, que rasteja comendo o pó das brocas... Ele mais Toinzim e Jerô´mo, desalumiaram esse sertão em destrambelhos. Formaro uma trinca sem mais arreparos a fazê. Touceira que os três atiçava, o fogaréu s´esparramava pra além da conta! Foram cabras arrochados que, pru mode da sina, se finaram cada qual por sua banda de sorte e desgraça. Romão aperseguido por fantasmas, espritos vingancistas. Toinzim abilolado do quengo, bolando sem rumo pelas trilhas... Jerô´mo, esse... num nem avalio o fim que teve... Hã! Eu? Faça isso, não, senhorin. Em nunca que não... Nesse sertão sem alma nem palma, tem muito cabra que nasce, cresce e morre sem nunca triscá em arma, sem arreclamá da sorte a seu destino dada por Deus Nos‘sinhô... Num digo de certo e errado, mas justo no a cuma deu de acontecê. Hum! Tal qual... Ora! A trempe que esquenta o leite é a mesma que queima o de cumê e a mão que reza é a mesma que faz traquejo de punhal. Num nem sei mais... Noves fora o trecho...

Rating: 2.4/5 (91 votos)

ONLINE
1







Total de visitas: 22917